sábado, junho 24, 2006

Relevâncias em relacionamentos.


Relacionamentos são verdadeiros barris de pólvora. Podem não causar nenhum mal, mas uma pequena faísca pode resultar em uma grande explosão. No início tudo é belo. Depois...

- Parabéns meu amor!
- Por que?
- Hoje nós fazemos 3 anos de namoro, você não lembrou?
- Hã... claro meu anjo, como vou esquecer de uma data tão importante como essa?

Claro que não lembrou... não por falta de amor, mas por não ser relevante.

- Você não notou nada de diferente em mim?

Esta é a pergunta mais temida por um homem. Homens normalmente não observam detalhes. Quando passa uma mulher por perto, um homem observa apenas se é "perfeitamente comível" ou não. Uma mulher é capaz de observar das varizes na perna aos pequenos (microscópicos até) defeitos na roupa. Não é por maldade, é reflexo condicionado. Uma vez vi num seriado de TV que decotes estão para homens assim como sapatos e bolsas estão para mulheres. É impossível não olhar.

O homem quando é safo se livra deste inconveniente por eliminação. O que é relevante para uma mulher? ela pode ter feito a unha com detalhes em verde-amarelo (afinal, é Copa!). Ela pode ter emagrecido 2 quilos (altamente relevante se você reparar que em determinadas situações chamar uma mulher de gorda é pior que chamá-la de piranha). Ou ela pode ter cortado 2 dedos (veja bem: 2 dedos!!!!) de cabelo.

Ele olhou-a atentamente: a unha estava discreta, não seria motivo para alarde. O vestido que ela usava era o mesmo que ela já havia vestido em ocasiões anteriores, o que contrariava a tese dela ter emagrecido (afinal, imaginou o homem que se o seu par tivesse emagrecido, não exitaria em colocar aquele conjuntinho que está há tempos no guarda-roupa aguardando uma silhueta menor). Olhou-a com ternura e afirmou com todo amor e certeza:

- Ora meu amor, é claro que eu reparei. Você cortou o cabelo!

com o olhar frustrado e visivelmente decepcionada ela diz:

- Não... fiz a sobrancelha...

E vocifera aos turbilhões:

- Você não presta mais atenção em mim, você não me olha mais como antes, você não me ama mais, você...

Qualquer comentário em defesa própria neste momento é perigoso e só agravaria a situação. O homem a leva de volta pra casa e ela lhe dá as costas e fecha a porta como se fosse um adeus. O homem, deseperado pela iminência de ser abandonado pela amada tenta encontrar uma solução para o problema. Procura um amigo (um homem sempre tem um amigo pra ajudar a solucionar problemas não previstos).

- Porra cara, ninguém repara sobrancelha da namorada com 3 anos de namoro... o que eu faço agora?

- Ué, simples, compra flores pra ela. Flores consertam tudo!

- Legal... mas hoje é domingo, são 3 da tarde, um sol do capeta... onde eu vou conseguir comprar flores a essa hora?

- Na porta do cemitério ué...

(continua...)