terça-feira, dezembro 19, 2006

Isso vai ser engraçado de ver...

Há poucos dias atrás vi uma reportagem em que o Governador eleito Sérgio Cabrtal acena com a possibilidade de atrasar os salários de janeiro por problemas de caixa no Governo do estado com a saída da Governadora (VADE RETRO) Rosinha.

Pois hoje saiu o calendário de pagamento de 2007 com todos os pagamentos até o dia 10. Segundo as notícias, tudo foi feito sem consultar o próximo governo.

Bola dentro ou bola fora da Rosinha?

Isso vai feder...

quarta-feira, dezembro 13, 2006

Tirada do Kibe Loco

Homem se joga no rio para salvar criança de três anos

O analista de sistemas Adriano Levandoski de Miranda, 27, acordou desanimado para trabalhar ontem porque seu plantão coincidiu justamente com o dia do seu aniversário. Ele não conseguiu, porém, chegar ao trabalho porque no caminho teve que furtar uma moto, dirigí-la na contramão e se jogar em um rio poluído para salvar uma criança de três anos que foi atirada pela própria mãe.

***Moral da história: morte daquela "tia querida" é coisa do passado. Na era da inteligência emocional, capriche nas desculpas para faltar ao trabalho.

Sensacional!

domingo, dezembro 10, 2006

Escaleno


Bem, pra quem não sabe, eu tenho uma banda de rock n roll com pitadas de progressivo chamada Escaleno. Nós ainda não temos um site, mas temos um prévia. Clique aqui em
www.escaleno.net e você terá acesso a 2 músicas nossas para ouvir. É só clicar no nome da música que você quer ouvir e pronto. Espero que gostem. Aguardo comentários.

sábado, dezembro 09, 2006

Coisas do futebol




Há alguns dias, eu ouvi uma entrevista do Morais, meio-campo do Vasco, que se fosse para jogar no exterior, que fosse para um time de maior expressão, pois senão perderia visibilidade para chegar à Seleção Brasileira. Pois bem, abro o jornal hoje na internet e leio que o mesmo foi negociado para um time da... ÁUSTRIA!!!!!!!

Será que ele terá mais visibilidade na Áustria?

Existe futebol na Áustria?

Onde é a Áustria?

Quantos andares temos?

Estava indo trabalhar ouvindo um debate em uma rádio am (adoro rádio am) e o tema em questão era o assalto sofrido pela presidente do STF na saída da Linha Vermelha aqui no Rio. Uma das coisas que ouvi e achei interessante foi a tese de que vivemos em 2 andares: Um para os mais privilegiados e outro para os menos. Funciona assim: se eu estiver saindo do aeroporto indo para casa eu posso pedir escolta da Polícia Federal? os privilegiados podem. A governadora ligou para ela em solidariedade pelo ocorrido. Alguma vez ela ligou para alguma das inúmeras vítimas de assalto naquela região ou em todo o Rio? Mas nós não temos privilégio pra isso...

Eu acho que ainda existem mais andares. Uns podem mais que outros, uns nada podem, alguns podem um pouquinho, outros podem tudo. Quantos andares temos?

De volta!!!

Depois de meses de aventuras, ações ininterruptas e adrenalina a mil, me lembrei da senha deste blog e voltarei a postar. Vamos ver até quando desta vez.

domingo, julho 09, 2006

A simplicidade é uma arte


DOUTORADO :

O dissacarídeo de fórmula C12H22O11, obtido através da fervura e da evaporação de H2O, do líquido resultante da prensagem do caule da gramínea Saccharus officinarum, Linneu, 1758, isento de qualquer outro tipo de processamento suplementar que elimine suas impurezas, quando apresentado sob a forma geométrica de sólidos de reduzidas dimensões e arestas retilíneas, configurando pirâmides truncadas de base oblonga e pequena altura, uma vez submetido a um toque no órgão do paladar de quem se disponha a um teste organoléptico, impressiona favoravelmente as papilas gustativas, sugerindo impressão sensorial equivalente provocada pelo mesmo dissacarídeo em estado bruto, que ocorre no líquido nutritivo da alta viscosidade, produzindo nos órgãos especiais existentes na Apis mellifera, Linneu, 1758. No entanto, é possível comprovar experimentalmente que esse dissacarídeo, no estado físico-químico descrito e apresentado sob aquela forma geométrica, apresenta considerável resistência a modificar apreciavelmente suas dimensões quando submetido a tensões mecânicas de compressão ao longo do seu eixo em conseqüência da pequena capacidade de deformação que lhe é peculiar.


MESTRADO :

A sacarose extraída da cana de açúcar, que ainda não tenha passado pelo processo de purificação e refino, apresentando-se sob a forma de pequenos sólidos tronco-piramidais de base retangular, impressiona agradavelmente o paladar, lembrando a sensação provocada pela mesma sacarose produzida pelas abelhas em um peculiar líquido espesso e nutritivo. Entretanto, não altera suas dimensões lineares ou suas proporções quando submetida a uma tensão axial em conseqüência da aplicação de compressões equivalentes e opostas.


GRADUAÇÃO:

O açúcar, quando ainda não submetido à refinação e, apresentando-se em blocos sólidos de pequenas dimensões e forma tronco-piramidal, tem sabor deleitável da secreção alimentar das abelhas; todavia não muda suas proporções quando sujeito à compressão.


ENSINO MÉDIO:

Açúcar não refinado, sob a forma de pequenos blocos, tem o sabor agradável do mel, porém não muda de forma quando pressionado.


ENSINO FUNDAMENTAL:

Açúcar mascavo em tijolinhos tem o sabor adocicado, mas não é macio ou flexível.


SABEDORIA POPULAR :

Rapadura é doce, mas não é mole, não!!!

domingo, julho 02, 2006

Dia de prova


- Ignaume, olhe para a sua prova senão eu vou ter que te dar zero.
- Ih professor, ninguém aqui sabe nada mesmo, que diferença faz?

Ignaume era uma menina menos atraente que seu nome. Uma pessoa sã teria pena da criatura que se envolvesse com a infeliz. Porém, a incapacidade de reconhecer a própria desgraça que a natureza lhe proporcionou era tragicamente engraçado. Vestia-se espalhafatosamente, andava com a postura de uma miss, acreditava realmente ser cobiçada por todos ao seu redor.

- Me dê a sua prova, você não sabe nada mesmo, vai tirar zero de qualquer forma, pelo menos vai pra casa meais cedo. Com sorte ainda pega o final da novela.

Ela entregou a prova e "desfilou" pela classe como uma "cheerleader". Disse que ia pra casa mas ficou no portão da escola conversando com algumas "criaturas das trevas".

No dia seguinte o namorado dela (que também era aluno) arrumou um rebú na escola. Alegava que o professor havia assediado a infeliz. Queria tomar satisfações. Numa mescla de incredulidade e indignação, a diretora, conhecendo a fama do casal (ele era um forrest gump de primeira!) e a integridade do professor, ignorou solenemente o protesto.

Tudo parecia ter se acalmado quando o professor recebeu na semana seguinte uma visita:

- Coé professor! beleza?
- E aí Augusto? como tão as coisas?
- Na paz, sempre na atividade...

Augusto era um ex-aluno. Bom aluno. Discreto. Todos sabiam que ele era o gerente do tráfico local mas ninguém se manifestava. Não havia porque.

- Fiquei sabendo que um cara tava querendo te pegar aí... mó vacilão, geral sabe que tu é parceiro, sangue bom.
- Não foi nada, o cara é ciumento, só isso.
- Qualquer parada, é só falar comigo, que tu sabe né? A gente resolve o "pobrema".
- O que é isso Augusto, deixa que tá tudo em paz.

Coincidência ou não, Ignaume não foi mais vista na escola. O namorado também não. As versões são muitas, a verdade ninguém sabe...

terça-feira, junho 27, 2006

Apenas um final de semana - Parte 3 (Final)



O despertador toca: são 5 da manhã. dá tempo de tomar um banho e comer alguma coisa antes de partir. Afinal, se bem conheço meus amigos, já chegarão com muitas bebidas para a viagem.

6:00 h - Já estou pronto. Tudo está pronto.

7:00 h - Ninguém apareceu. Ninguém ligou. Nenhum telefone atende...

7:35 h - Vásquez liga:

- Cosme, é o Vásquez!
- Fala Vásquez, cadê vocês?
- Ué, eu que pergunto! Chupito e Dênis disseram que iam te pegar e depois vinham me pegar aqui em casa.
- Os dois tavam juntos?
- Tavam. Foram numa rave em Vargem Grande e iam direto pra sua casa.
- Ihhh... será que se meteram em confusão?

Se meteram... obviamente a rave tinha uma enorme quantidade de drogas e menores de idade. Os dois estavam errados e foram parar delegacia. Passaram o final de semana por lá. Graças ao pai de Dênis (que já livrara o filho de outras situações, não sei como) foram liberados sem maiores problemas. Quanto ao meu final de semana eu só posso afirmar que tive tempo de sobra pra imaginar e preparar com detalhes como eu havia resolvido o problema com os posseiros de Itambi.